Estoques na Construção Civil

Estoques na Construção Civil
Celso Luchezzi

Estoques na Construção Civil

estoque-blocos-de-cinza

O controle de estoque tem influência na rentabilidade das empresas, nele está o capital que poderia estar sendo investido em outras áreas da empresa.

Excesso de estoque demonstra ausência de planejamento e gestão. A dificuldade será evitar à falta e o excesso, na Construção Civil a falta pode levar a uma parada na produção e o excesso pode levar a perda do capital investido, pois essa sobra poderá nunca mais ser usado, o que provocará um prejuízo.

estoque-de-tijolo

A expressão “estocar material” é uma atividade antiga na Construção Civil, ela se estende além das fronteiras da empresa, ou seja, vai desde a geração da necessidade até os fornecedores. Para que haja uma boa gestão é preciso conciliar os interesses de das áreas suprimentos, recursos financeiros e a necessidade da produção na obra.

armazenamento-de-tijolos

A produção da obra deve: prever, planejar, organizar e controlar os materiais dentro do “almoxarifado ou depósito”. Este deverá ter uma área planejada, cuja finalidade será abastecer a obra entregando (em primeiro) para uso os materiais mais velhos. Dessa forma estará fazendo o FIFO (First in First Out) ou PEPS (Primeiro que Entra é o Primeiro que Sai) e controlando os prazos de validade. Na armazenagem devem-se respeitar as recomendações das alturas máximas das pilhas de estocagem, evitar o contato com umidade e identificar para que não ocorra a mistura de materiais ou lotes. Também será necessário receber corretamente de acordo com a nota fiscal, conferir a carga se não tem avarias e armazenar corretamente evitando perdas.

tijolo

O planejamento da chegada dos materiais reduzirá os deslocamentos desnecessários no canteiro abastecendo a obra de acordo com o seu cronograma de execução, ou seja, avaliar o que vai ser produzido e a necessidade no momento para que não ocorram compras de materiais que não serão usados. Por exemplo em uma determinada semana, o almoxarifado deverá saber:

  • Quais materiais serão recebidos na obra?
  • Qual quantidade e quando estarão sendo entregues?
  • Qual o local de armazenamento?
  • Quais os equipamentos serão usados para movimentação?
  • Onde serão usados na obra?
  • Quando serão usados?

Como dito anteriormente a dificuldade é fazer um planejamento e controlar os estoques na Construção Civil (não somente na Construção Civil) de modo que não falte e nem sobre. Além das falhas humanas, as perdas de materiais, a organização dentro dos canteiros de obras e a movimentação de materiais desnecessários, são outros grandes desafios a serem combatidos.

bloco-de-concreto

Sabemos que isso também não é fácil, pois a figura de um Engenheiro de Produção ou Analista de Materiais ou um Programador de Produção na Obra que cuide somente da gestão dos materiais, dos processos produtivos, que controle as perdas, e controle o que foi planejado e o realizado (materiais e produção), praticamente não existe.

 

 

Clique no botão abaixo para fazer o download GRATUITAMENTE desse artigo e receber as atualizações do blog!

Quero receber!

 

Para Ficar por Dentro das Novidades!

Clique Aqui e se inscreva no meu canal no YouTube

Curta minha Fan Page no Facebook 

Se inscreva no Grupo: Gestão de Estoques, PCP, Logística e SCM no Facebook

 

Celso Luchezzi

Sucesso!

Força, fé, coragem, perseverança, amor, disciplina, atitude e coragem!